3 de junho de 2010

O som é o silêncio a explodir

Hamburgo, 11-2009












André Catarino

3 comentários:

Tiago r disse...

E o silêncio é som a implodir.

june disse...

E quando o silêncio é insuportavel? E o som estridente uma davida de estarmos vivas?
Uiii
Tudo é relativo... Tudo depende do momento...
Beijos

Tiago r disse...

Sim, mas neste caso abordava o assunto em termos gerais objectivos, e não dependendo, pelo menos tentativamente, da tradicional subjectividade, coisa a que, inevitavelmente, sim, andamos sempre demasiado colados. Aqui a frase descreve a imagem e a imagem ilustra a frase.

Beijos :)